Histórias d’África – A Rainha que não se influencia. Aos 95 anos, escuta, vê e interpreta os factos

PUB

Cristiano não será o futebolista a receber a próxima ‘Bola de Ouro’. A comunidade internacional de votantes nesta coisa dos prémios futebolísticos de nível global é claramente influenciada pelas acções de marketing de uma panóplia de organizações que vão desde da UEFA, aos clubes, passando pelas Federações nacionais e pelas próprias Ligas principais dos países de mais de meio Mundo. Obviamente que estas recreações nos bastidores do futebol encontram eco na maioria dos Órgão de Comunicação Social da especialidade.

Os factos e as realizações de cada atleta nem sempre são factores mais considerados e tão pouco determinantes na atribuição de prémios. Sempre se pode dar uma volta de 180º às claves fundamentais, criando e recriando argumentos para se premiar este ou aquele, deste ou de um clube determinado por conveniência.

Não há imparcialidade nesta temática. Ninguém sabe quem é quem neste teatro, mais um da lista dos culturalmente e intelectualmente desonestos, apadrinhado por todos os agentes desportivos, incluindo muitos dos jornalistas e Órgãos de Comunicação Social da especialidade.

Os factos – Aos 36 anos, Cristiano Ronaldo surpreende os fãs do futebol: Regressa ao Manchéster United, o clube que o projectou no Mundo e comemora o acontecimento com dois golos na partida da selecção de Portugal contra a Irlanda para o apuramento para o Mundial do Qatar. Os dois golos, assinados no dia 1 de Setembro de 2021 tornam Cristiano no maior marcador de seleções nacionais de futebol da história, com 111 glos marcados.

Cristiano regressa ao clube inglês 12 anos depois, onde fez as delícias do adeptos entre 2003 e 2009, por seis épocas futebolísticas completas onde marcou 118 golos em 292 jogos e assistiu para golo outras 61 vezes. Também conquistou uma Liga dos Campeões (2007-2008), um Mundial de Clubes da FIFA (2008), três campeonatos de Inglaterra todos seguidos entre 2006 e 2009, 1 taça de Inglaterra, 2 Taças da Liga Inglesa e uma Supertaça de Inglaterra.

Admiração surpreendente – A rainha de Inglaterra, Elizabeth II, mostra a sua dimensão global que sempre teve e a sua lucidez inabalável: Solicitou ao clube inglês uma camisola oficial do clube com o nome de Ronaldo nas costas, com o seu número 7, uma assinatura personalizada e uma dedicatória especial que o atleta entenda por bem.

Mas não se ficou por aqui: No dia 1 de Setembro a plataforma ‘Sport Innovation Society’, revela que a Rainha de Inglaterra, requisitou 80 camisolas do United com o nome do avançado português nas costas para distribuir ao seu staff. Vários Órgãos de Comunicação Social deram conta do acontecimento. Junta-se a notícia do português Record.

https://www.record.pt/internacional/paises/inglaterra/man–united/detalhe/rainha-de-inglaterra-pede-80-camisolas-de-cristiano-ronaldo-e-quer-uma-com-autografo-exclusivo

O prestígio – Elizabeth II – Isabel II, para os portugueses – é a atual Rainha do Reino Unido e de quinze outras Nações independentes sabidos como Reinos da Comunidade de Nações. Elizabeth II também é chefe da Commonwealth, organização formada por 53 Estados. É a primeira monarca feminina soberana da Casa de Windsor e a Governadora Suprema da Igreja da Inglaterra. O seu reinado dura há 69 anos, desde 6 de Fevereiro de 1952.

– por José Maria Pignatelli (Texto não está escrito ao abrigo do novo acordo ortográfico)

PUB IMDENTALCARE