João Pela aceitou ser Candidato pelo Chega à CM Pombal enquanto ainda era Militante do CDS Odivelas

PUB

Contrariamente ao que foi adiantado pelo Deputado Municipal eleito pelo CDS, João Pela, em declarações à Agência Lusa e publicado em vários órgãos de comunicação social locais da Região Centro do País, o Eleito Único do CDS na Assembleia Municipal de Odivelas (AMO), aceitou ser Candidato pelo Partido CHEGA à Câmara Municipal de Pombal, em virtude da desistência do Candidato a Presidente da CM Pombal, Carlos Breda, tendo já antes aceite ser candidato pelo mesmo Partido à Assembleia Municipal de Pombal, enquanto militante da Concelhia de Odivelas do CDS-PP.

Segundo o “NotíciasLX” apurou, João Pela foi militante do CDS- Partido Popular até dia 24 de Junho de 2021, tendo inclusive participado e intervido na 3ª Reunião Ordinária da AMO desse mesmo dia na qualidade de Deputado Municipal eleito pelo CDS já enquanto Candidato pelo Partido CHEGA a Pombal.

Na verdade o Eleito Único do CDS na AMO não tem nenhuma relação pessoal ou profissional com Odivelas ou com Pombal, sendo residente na freguesia de Carnide, em Lisboa. Recordamos ainda que, segundo fonte fidedigna, contrariamente ao que é dito no corpo das várias notícias o ex-militante centrista João Pela nunca exerceu cargos dirigentes no Partido senão a nível local, designadamente enquanto vice-presidente do anterior Presidente Concelhio André Carreira, tendo as Eleições Concelhias sido impugnadas em 2016 e, mesmo assim, foi candidato à AMO pelo CDS por decisão do então e atual Presidente da Distrital de Lisboa do CDS, João Gonçalves Pereira e enquanto Presidente da Mesa do Plenário Concelhio na liderança de Miguel Xara-Brasil, tendo-se demitido e não cumprido o mandato.

Nas mesmas notícias, o ex-militante centrista João Pela alega ser Deputado Municipal pelo CDS e Líder de Bancada do CDS na AMO, ora sucede que, como é do conhecimento público, a Comissão Política Concelhia de Odivelas do CDS-PP retirou a Confiança Política ao referido Eleito a 21 de Junho de 2018, tendo então o Presidente da AMO, Miguel Cabrita, bem como as restantes Bancadas Municipais dos Partidos com assento no referido órgão municipal, sido igualmente informados dessa decisão político- partidária interna com efeitos externos na classificação do referido Eleito, tendo então sido solicitado que João Pela transitasse voluntária ou coercivamente para o estatuto de “Eleito Não Inscrito” (vulgo “Independente”) o que não sucede desde 2018, em desrespeito pelo próprio Regimento da AMO para o mandato 2017- 2021 aprovado pelos atuais Deputados eleitos.

João Pela já não é militante do CDS-PP desde 24 de Junho de 2021 e continua a apresentar-se na AM Odivelas como Eleito pelo mesmo Partido, tendo intervido na última Reunião Ordinária desse órgão municipal de fiscalização da atividade Municipal por um Partido que não representa, do qual já nem sequer é militante, e contra o qual concorre nas próximas Eleições Autárquicas no Concelho de Pombal.

Por último, adiantamos que se encontram ainda em curso três Processos Disciplinares nos órgãos jurisdicionais do Partido movidos pelas anterior e atual Comissão Política Concelhia de Odivelas do CDS-PP liderada por João Pedro Galhofo, solicitando a Expulsão imediata e definitiva do Eleito do Partido, uma vez que este enquanto militante de Odivelas do CDS e, enquanto Deputado Municipal eleito pelo CDS na AMO, era já Candidato oficial à Assembleia Municipal e só depois à Câmara Municipal de Pombal pelo Partido CHEGA.


Regimento da Assembleia Municipal de Odivelas

Link da notícia Terras de SicóJornal Terras de Sicó (jornalterrasdesico.pt)
Link da notícia Notícias de LeiriaJoão Pela, deputado Municipal em Odivelas pelo CDS, é candidato pelo Chega a Pombal (noticiasdeleiria.pt)
Link da notícia Terras de CardalChega candidata João Pela à Câmara após a desistência de Carlos Breda – Rádio Cardal – 87.6 FM (radiocardal.com)

PUB IMDENTALCARE