Lisboa – Reabilitação da Frente Ribeirinha

PUB

Cerimónia de abertura da Estação Sul e Sueste e da Doca da Marinha

Amanhã, sábado, dia 1 de maio, às 11h30, tem lugar a cerimónia de abertura da Estação Sul e Sueste e da Doca da Marinha, no Terreiro do Paço. Estas obras, realizadas no âmbito dos trabalhos de reabilitação e de devolução aos lisboetas de vastas áreas da Frente Ribeirinha, permitiram ainda a criação de uma praça fronteira à Estação e a reconstrução do Muro das Namoradeiras.

A iniciativa conta com a presença do presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), Fernando Medina, do presidente-adjunto da Associação Turismo de Lisboa, José Luís Arnaut, do presidente da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa, Vítor Costa, e de representantes dos vários parceiros envolvidos no projeto de reabilitação da frente ribeirinha central, desde o Terreiro do Paço a Santa Apolónia.

Esta reabilitação, executada pela Associação Turismo de Lisboa, por incumbência da Câmara Municipal de Lisboa, permite dotar a cidade de condições únicas para a atividade marítimo-turística, o transporte público fluvial entre as duas margens do rio e a criação de espaços de lazer e equipamentos, naquela que é a maior operação de valorização do Tejo das últimas décadas.

Os projetos de renovação agora concluídos consistiram na reconstrução do Muro das Namoradeiras, na retirada do aterro do Cais das Colunas, na reabilitação e equipamento da Estação Sul e Sueste e na reabilitação da Doca da Marinha, com esplanadas e instalação das embarcações tradicionais e a criação do Centro Tejo (centro de promoção do rio). Estes projetos integram-se na vasta reabilitação da Frente Ribeirinha e permitem a fruição do espaço público à beira-rio, numa faixa contínua desde o Cais do Sodré e Ribeira das Naus até ao Terminal de Cruzeiros de Santa Apolónia, espaços criados ou reabilitados nos últimos anos, e articulam-se com o novo Jardim do Campo das Cebolas, em frente da Doca da Marinha.

Lisboa, 30 de abril de 2021

PUB IMDENTALCARE